Notícias

O orgulho de ser europeu - Artigo de opinião no Jornal da Madeira (18-11-2018)


18-11-2018

18-11-2018

No próximo dia 21 de Novembro inicia-se a terceira edição do projecto IncluEuropa, uma iniciativa que procura contribuir para o desenvolvimento de uma atitude crítica na comunidade educativa face à importância da União Europeia.

Ano após ano, temos cada vez mais escolas e estudantes a participarem dos dois momentos de competição, as Olimpíadas da Europa e o Concurso de Curtas-Metragens, que este ano assenta na temática “Que futuro para a Europa?”. Aqui é preciso destacar, também, o excelente trabalho feito pelos professores que dinamizam os clubes europeus da Madeira e do Porto Santo, que têm sido incansáveis na ajuda e no incentivo à participação dos alunos neste projecto, ao longo destes últimos três anos.

Nesta edição, mais um recorde: 17 estabelecimentos de ensino da Região Autónoma da Madeira vão participar nos dois concursos. São cerca de 300 os alunos que terão a oportunidade de debater e aprofundar os seus conhecimentos relativos às questões europeias. Estes dados reflectem bem a importância que o projecto tem tido na dinamização da visão europeia da Região.

É com grande satisfação que vejo o interesse dos nossos jovens em relação às temáticas europeias porque são eles que farão com que o projecto europeu cresça. São eles que espelham os valores da liberdade, da democracia, da igualdade, da justiça, da tolerância e dos direitos humanos. São eles o futuro desta Europa.

A Europa atravessa o seu mais longo período de paz nos últimos 500 anos, muito graças aos esforços feitos pelos países da União. Mas é preciso aprender com a história e com os erros. É preciso combater o fascismo, o nacionalismo e os avanços da extrema-direita. É preciso ter em conta a ameaça das notícias falsas e as campanhas de desinformação.

Em breve teremos eleições europeias, altura em que os jovens terão um papel fundamental. Já em 2019 terão a oportunidade de mostrar que não têm medo e que querem a Europa. Só assim é que o projecto europeu poderá continuar a prosperar. Queremos um continente unificado, onde exista liberdade de circulação e de residência, onde o intercâmbio de estudantes seja uma realidade, onde o respeito pelos direitos sociais seja uma certeza em qualquer país. Uma Europa que seja referência na investigação científica, no financiamento de projectos de investigação, no exercício da democracia e na promoção da liberdade de expressão. Os portugueses nunca se confinaram às suas fronteiras, sempre fomos cidadãos europeus e do Mundo. Desde cedo percebemos que a verdadeira riqueza dos indivíduos e dos povos advém desse contacto e dessa colaboração com o outro. Sabemos também que para alcançar essa união na diversidade, assim como para arrepiar caminho quando nos desviamos dos nossos objectivos, é preciso fazer escolhas. Votar é um instrumento privilegiado de que dispomos na hora de escolher. Não exercer esse direito, ou desvalorizar-lhe a importância, acaba por significar abdicar da nossa racionalidade e autonomia, depositando o nosso futuro em mãos alheias. 

Segundo dados recolhidos pela Fundação Francisco Manuel dos Santos, em Portugal, em 69 eleições desde 1975, nunca houve tão poucos jovens aptos a votar como agora. Nas europeias de 2014, apenas 19% dos jovens, entre os 18 e os 24 anos, afirmam ter votado. O valor sobe para os 24% quando a pergunta é feita aos que se encontram nas idades entre os 25 e os 34 anos.

Esta União conta com todos, incluindo os jovens, para decidir quem deve representar os cidadãos europeus. Conta com todos para mostrar ao Mundo que sentimos orgulho em sermos europeus. A União precisa dos jovens para continuar a caminhar rumo a uma história de sucesso. Votar é mais do que um acto de cidadania. É essencialmente o exercício da liberdade. Estas três centenas de jovens que se inscreveram no IncluEuropa são um exemplo e um sinal de esperança. A Região Autónoma da Madeira está de parabéns.

______________________________________________________________________________________________

Link de acesso ao artigo:

Jornal da Madeira, edição online de 18-11-2018 in: https://www.jm-madeira.pt/opinioes/ver/1884/O_orgulho_de_ser_europeu?fbclid=IwAR1agqRyqwvRZQLkRxg6CEM20OA_IEuLmIAuGtU8Q4SXkmghm4cuO_0qXys 

Twitter